Tratamentos estéticos durante a gravidez: veja os tratamentos que você pode fazer

Os cuidados com a pele devem ser redobrados durante a gestação pois há diversas alterações hormonais que ocorrem durante esse período na pele, cabelos e unhas. Há algumas comuns e que costumam sumir algum tempo após o nascimento do bebê, como o escurecimento da pele ao redor dos mamilos e nas axilas, e a linha escurano baixo ventre. Manchas no rosto conhecidas como melasma podem surgir por disposição genética, mudanças hormonais e exposição solar. O aumento da progesterona também pode causar surgimento da acne.

 

Durante a gravidez, é preciso ter um cuidado redobrado com a rotina de beleza, já que muitos procedimentos podem prejudicar o bebê. Alguns cremes e dermocosméticos, quando aplicados na pele, podem ser absorvidos a ponto de circularem na corrente sanguínea, o que pode trazer problemas à saúde do feto, por isso fique atenta!

 

A hidratação é essencial para evitar o surgimento de estrias na pele da grávida

Durante esse período, o corpo sofre várias alterações, não só na barriga como ao redor de toda a região pélvica. O ganho de peso também é comum, muitas vezes sendo distribuído por todo o corpo. Isso pode favorecer o aparecimento de estrias, que podem ser prevenidas com a hidratação adequada. Ativos como a água termal, manteiga de karité, glicerina, óleo de amêndoas, óleos minerais hidratam e fortalecem a barreira protetora da pele de forma segura para as grávidas. O ácido hialurônico ajuda também a preservar a hidratação e a melhorar a qualidade do colágeno. Já um ativo hidratante que não é tão seguro nesta fase é a uréia, já que aumenta a penetração de outros ativos na pele, podendo trazer riscos à grávida e/ou ao bebê.

 

A água termal é fonte naturalmente rica de minerais e contém pH neutro. Além de hidratar, seu uso traz diversos benefícios para a pele devido à quantidade de oligoelementos presentes: acalma, refresca, ameniza irritações, ajuda a retirar a maquiagem. Proteção solar é outro dos passos que não podem faltar durante esta fase. O seu uso regular e consistente previne o surgimento das manchas do melasma, além do fotoenvelhecimento e do câncer da pele. Prefira filtros solares físicos com amplo espectro e FPS de 50 ou mais alto, reaplicando a cada 2 horas. Além do protetor, adicione o uso de barreiras físicas, como chapéus, óculos escuros e guarda-sol na praia.

 

Alguns ácidos nos tratamentos anti-idade e anti-acne não devem ser usados na gravidez. Para manter a pele do rosto saudável, viçosa e lisinha, a mulher gosta de manter os tratamentos em dia, sejam eles para prevenir o envelhecimento precoce, minimizar acne e oleosidade excessiva ou até diminuir manchas. Utilize ativos mais suaves que não agridam a pele, como o ácido hialurônico, o zinco, os antioxidantes e a vitamina C e E. 

 

O ácido retinóico e seus derivados  são contra indicado durante a gestação, pois tem potencial de causar riscos para o bebê. Muitas vezes, além do uso domiciliar, essas substâncias pode estar contida em alguns peelings químicos feitos no consultório, portanto é preciso informar o médico da possibilidade de gravidez.

 

Além disso, muitos medicamentos, tanto tópicos quantos orais, não podem ser usados pela gestante, por isso, é fundamental a orientação do obstetra e do dermatologista durante todas as fases da gestação.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Siga:
Posts em destaque:

Dra. Gabrielle fala sobre rejuvenescimento íntimo no Jornal O Sul

November 12, 2019

1/10
Please reload

Posts recentes:
  • Instagram
  • Facebook
Please reload

Categorias

© 2017 desenvolvido por