Bioestimulador de colágeno para “umbigo triste” após a gestação

Aproveitar o inverno para fazer tratamentos estéticos corporais é uma boa estratégia para receber bem o próximo verão. Um dos produtos que prometem contribuir para isso é o Sculptra, bioestimulador do colágeno já muito usado para melhorar a flacidez do rosto e que, nos últimos anos, tem apresentado excelentes resultados também em outras partes do corpo. Muitas mulheres de todas as idades sofrem de flacidez e a causa, varia. A flacidez ocorre pela perda do colágeno começando a diminuir a produção natural a partir dos 25 anos mas pode ser causada também pela perda excessiva de peso, após uma lipoaspiração, perda de peso intensa ou mesmo a gestação.

 

Após o parto especificamente o umbigo pode sofrer alteração pela perda do volume abdominal e ficar com o aspecto de “umbigo triste”. Nesse caso, a gordura envolta do umbigo faz ele “ fechar” e ficar horizontalizado, ou quando há apenas flacidez, ele fica com aspecto de “ boca triste”, com a pele “virada” para baixo e não para cima. Em casos onde existe gordura, optamos por começar tratando a gordura, para depois tratar a flacidez.

 

O Sculptra é um tratamento que estimula a produção de fibras colágenas nas regiões aplicadas e reorganiza as fibras colágenas já existente, restaurando a elasticidade natural da pele, promovendo um efeito rejuvenescedor. Uma das principais vantagens do ácido poli-L-lático (PLLA), como também é chamado o Sculptra, é seu caráter biorreabsorvível, biocompatível e hipoalergênico, isto é, a substância não provoca reações alérgicas e é absorvida pelo organismo naturalmente, sem qualquer risco para a saúde. Uma série estudos têm comprovado sua segurança em diferentes áreas da medicina.

 

O procedimento tem um vasto leque de finalidades, podendo diminuir a flacidez corporal nas mãos, axilas e abdômen, além do aspecto de umbigo triste após a gravidez, a face interna dos braços e coxas, glúteos para elevação da nádega e celute, colo e pescoço. São feitas, em média, de 2 a 4 aplicações com intervalo mensal. Começamos a perceber os resultados após 30 dias e a duração do efeito do estímulo do colágeno é individual, vai depender da quantidade aplicada e do estilo de vida da pessoa, mas, em geral, pode durar entre 12 e 24 meses.

 

Após o procedimento, as indicações são massagear a área aplicada duas vezes ao dia, por sete dias, para evitar o acúmulo do produto em algumas áreas, pois o objetivo é que o estímulo de colágeno ocorra em toda a área tratada.

 

Dra. Gabrielle Adames

Dermatologista

CRM:36153 RQE:31040

www.gabrielleadames.com.br

@gabrielleadamesdermato

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Siga:
Posts em destaque:

Dra. Gabrielle fala sobre rejuvenescimento íntimo no Jornal O Sul

November 12, 2019

1/10
Please reload

Posts recentes:
  • Instagram
  • Facebook
Please reload

Categorias

© 2017 desenvolvido por