Uso de máscara pode aumentar a acne na pele; veja como amenizar

O uso de máscaras, recomendado pelas autoridades para evitar o avanço da pandemia de coronavírus, é obrigatório em alguns lugares e quem não respeitar a medida pode ser multado. Muita gente, inclusive, está vestindo o acessório o dia inteiro para trabalhar. 

 

A mudança de hábito é sentida na pele, e há quem tenha observado o aumento de espinhas na região. Conversamos com as dermatologistas Juliana Boza, Gabrielle Adames e Manuela da Silva e elas confirmaram que a piora da acne tem sido a queixa de muitos de seus pacientes. Entenda a relação entre os dois fenômenos e confira algumas dicas para evitar o problema. 

 

Acúmulo de vapor, saliva e suor embaixo da máscara faz aumentar a umidade da região, o que pode levar a um desequilíbrio da barreira cutânea, deixando a pele mais sensível e propensa a ficar irritada e inflamada

 

Por que isso acontece?

 

Pelo acúmulo de vapor, saliva e suor embaixo da máscara, aumenta-se a umidade da região, o que pode levar a um desequilíbrio da barreira cutânea, deixando a pele mais sensível e propensa a ficar irritada e inflamada quando em contato com determinados materiais e cosméticos, explica Manuela.

 

Juliana aponta que artigos científicos já estão relacionando o uso de máscaras com a piora da acne, principalmente entre profissionais da área da saúde, que as utilizam por longos períodos de tempo. 

— Uma das possíveis explicações, relatada nesses estudos, é que a máscara, ao ocluir a região do rosto, causa alteração na barreira cutânea e no folículo pilossebáceo, além de disfunção da microcirculação e aumento da umidade — explica a médica.

 

Gabrielle alerta que a piora pode ser ainda agravada pelo uso de maquiagem por baixo da máscara, principalmente em pessoas que têm pele oleosa. Em função da obstrução dos poros, elas também podem ver surgir cravos pela proliferação de bactérias e fungos. 

 

Manuela acrescenta que outras doenças dermatológicas também podem sofrer um aumento significativo por causa do uso de máscaras, como rosácea, dermatite seborreica e dermatite perioral. 

 

Vale o destaque especial para a última: por ser uma desordem cutânea que apresenta, entre outros sintomas, vermelhidão e pústulas, que são pequenas bolinhas de pus, pode facilmente ser confundida com lesões de acne. 

 

Como tratar?

 

Com sabonetes e produtos específicos. Dependendo do grau da acne, podem ser necessárias medicações de via oral, por isso é fundamental consultar um dermatologista, recomenda Juliana, mesmo que por telemedicina.

 

Gabrielle indica criar uma rotina de skincare diária, lavando o rosto duas vezes ao dia com sabonete contendo ácido salicílico para limpeza profunda da pele, seguido de tônicos adstringentes para remover ainda mais o sebo acumulado durante o dia embaixo da máscara. 

 

— O ideal é não usar a maquiagem embaixo da máscara para não obstruir mais os poros. Caso não consiga deixar a make de lado, retire sempre antes do banho com uma solução micelar que remova as impurezas sem irritar a pele — diz a médica. — Aproveite o inverno para usar ácidos noturnos com concentrações mais elevadas, que tratem tanto a acne quanto a oleosidade.

Manuela recomenda ainda:

 

 

  • Utilizar máscaras de tamanho adequado, que não fiquem muito apertadas no seu rosto;

  • Se você não é uma profissional da área da saúde, evitar materiais sintéticos e preferir as de algodão;

  • Retirar a máscara quando seu uso não for necessário;

  • Higienizar o rosto com produtos que não sejam irritativos. Opte por sabonete neutros, sem cor, hipoalergênicos;

  • Evitar água quente. Prefira sempre a água em temperatura ambiente;

  • Se a pele estiver ressecada, intensificar a hidratação com um produto adequado para o seu tipo de pele. Prefira os neutros, sem perfume, e utilize não só durante o dia, mas também à  noite após a higiene;

  • Enxaguar bem a sua máscara em água corrente para remover qualquer resíduo de desinfetante. Evite usar amaciante, pois também pode ser irritativo para a pele.

 

Outros cuidados

 

A origem da acne é multifatorial, sendo o estresse e uma alimentação inadequada outros possíveis fatores envolvidos tanto na maior produção de sebo quanto na inflamação associada à acne, ressalta Juliana. 

 

Por isso, ajuda a pele se você manter uma alimentação saudável, com verduras, frutas e fontes de proteína e com baixo índice glicêmico, evitando açúcares refinados e excesso de carboidratos. Procure também dormir bem, já que privação de sono agrava o estresse emocional. A prática de exercícios físicos é outra recomendação das profissionais para aliviar a tensão.

 

Faça em casa

 

A dermatologista Gabrielle também compartilhou duas receitas caseiras para controlar a acne e a pele oleosa. Confira:

 

 

Máscara facial para controle da acne

 

Ingredientes

 

Duas colheres de vinagre de maçã

 

Duas colheres de argila verde ou rosa

 

Modo de preparo

 

Faça uma mistura homogênea e aplique no rosto já limpo, deixando agir por 20 minutos. Enxágue em seguida.

 

 

Máscara facial para pele oleosa

 

Ingredientes

 

Duas colheres de sopa de aveia

 

Seis gotas de própolis

 

Seis gotas de arnica

 

Quatro colheres de sopa de água

 

Modo de preparo

 

Faça uma mistura homogênea e aplique no rosto já limpo, deixando agir por 20 minutos. Enxágue em seguida.

 

Fonte: Gaúcha Zero Hora

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Siga:
Posts em destaque:

Dia das mães merece autoestima

May 1, 2020

1/10
Please reload

Posts recentes:
  • Instagram
  • Facebook
Please reload

Categorias

© 2017 desenvolvido por monvie. Gestão de Jorny.com.br com apoio de Unibest.

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • WhatsApp-icone_01